emprego e formação - mapa do site
Início > Manual > Definição de objectivos pedagógicos > Níveis de definição dos objetivos

Níveis de definição dos objectivos

Objectivos gerais e objectivos específicos

Todos os intervenientes na formação, sejam eles gestores, programadores, ou formadores, têm como tarefa fundamental a definição de objectivos de formação. Todavia, a situação em que cada um o faz é diferente, sendo por isso também diferente o modo como os mesmos são expressos.

O conceito de objectivo como enunciado dos resultados que se espera alcançar com a formação, sendo muito amplo, permite-nos englobar as diferentes situações em que os objectivos podem ser definidos e as várias formas que podem assumir.

» um facto que quando nos confrontamos com um projecto de uma acção de formação, podemos verificar que os respectivos objectivos, ou resultados esperados, podem ser formulados por diferentes entidades e com diversos níveis de generalidade, desde a indicação muito ampla do que se pretende com a formação, (perfil de competências), até à indicação muito precisa do que o formando deverá ser capaz de fazer numa situação muito específica.

Exemplos:
No final da acção de formação x os formandos devem ser capazes de: compreender a literatura portuguesa contemporãnea (formulação muito genérica).

Dada uma lista de 30 vocábulos usuais da literatura portuguesa contemporãnea, os formandos devem ser capazes de: dizer o significado de pelo menos 25 deles (formulação muito específica).

Os diferentes graus de generalização ou de especificação com que são definidos os objectivos, fazem com que exista uma multiplicidade de designações ou classificações, que na maioria das vezes se intersectam ou se sobrepõem, como se pode constatar pelos seguintes exemplos: objectivos globais, gerais, terminais, finais, intermédios, sequenciais, facilitadores de aprendizagem, de progressão, de desenvolvimento, de transferência, etc.

Adoptaremos aqui a concepção proposta por Hameline que é uma síntese das propostas de diferentes autores, nomeadamente, Mager, Guilbert e Birzea, e vamos considerar 4 níveis de generalidade na formulação dos propósitos ou intenções de formação:
  • ao nível mais alto de generalidade situaremos as finalidades;
  • ao nível abaixo das finalidades dá-se o nome de metas / fins;
  • ao nível das formulações dos resultados esperados / competências a adquirir com uma determinada acção de formação ou sequência de ensino-aprendizagem, dá-se o nome de objectivos gerais;
  • ao nível das formulações, dos comportamentos esperados no final de uma acção de formação ou de uma sequência de ensino aprendizagem teremos os objectivos específicos.

>> Como se caracteriza cada uma das situações

 

 

Ideias a reter

  • os objectivos de formação podem ser formulados a vários níveis de generalidade, estabelecendo quer as grandes intenções ou opções de uma acção de formação, quer os resultados a alcançar com uma dada actividade pedagógica num tempo limitado e com um âmbito restrito;
  • para racionalização desta diversidade são considerados 4 níveis de generalidade que se designam por: finalidades, metas, objectivos gerais e objectivos específicos.